SUPER FM - A rádio que vive o vale

Acordo põe fim a ação que durava 16 anos

Redação  Redação      quinta-feira, 10 Maio 2018      EM: SÃO JOÃO BATISTA - CIDADE  

Após 16 anos de disputa judicial com a Refinadora Catarinense, os moradores do Loteamento Nova Esperança, no Cardoso irão dormir tranquilos. O resultado do acordo foi anunciado pelo vereador e advogado, Leôncio Paulo Cypriani, no hall de entrada do Fórum, no início da noite desta quinta-feira (10). A audiência que durou quase três horas, foi […]

Após 16 anos de disputa judicial com a Refinadora Catarinense, os moradores do Loteamento Nova Esperança, no Cardoso irão dormir tranquilos. O resultado do acordo foi anunciado pelo vereador e advogado, Leôncio Paulo Cypriani, no hall de entrada do Fórum, no início da noite desta quinta-feira (10).

A audiência que durou quase três horas, foi conduzida pela Juíza de Direito da Comarca, Maria Augusta Tridapalli, contou com a presença do Promotor de Justiça, Nilton Exterkoetter, do prefeito Daniel Netto Cândido, da vereadora e presidente da Câmara, Rúbia Alice Tamanini Duarte, dos vereadores Almir Peixer, Juliano Peixer, Edson Cesar da Silva Ramos, Milson da Silva, Eder Vargas, Heriberto de Souza, Fábio Sturmer, Alécio Boratti, do procurador do Município, Jeyson Puel, Secretária de Assistência Social Janifer Otto, do presidente da Associação dos Moradores, José Américo Rita, diretora do Sisam Andréia Azevedo e advogados das partes.

“Hoje é um dia que entra para história de nossa cidade. As 26 famílias que corriam o risco de perder suas casas, agora poderão dormir tranquilas. O acordo foi resultado do empenho do vereador e advogado, Dr. Leôncio Paulo Cypriani, pois mesmo com a empresa tendo uma ordem de reintegração de posse para ser executada, Dr Leoncio não desistiu’, analisou o prefeito.

Cândido ainda agradeceu o proprietário da área em questão, Dr. Eduardo Ramos Gomes, que além de regularizar a permanência das famílias, ainda cedeu ao Município uma área vinte vezes maior do a que estava em questão. O próximo passo agora será a Câmara de Vereadores aprovar o acordo e depois disso. “Estamos muito felizes, assim como cada morador que lá vive”.

A sirene voltou a tocar
Após anunciar a novidade aos moradores que não arredaram o pé da frente do Fórum e aguardavam ansiosos a notícia, o advogado Lêoncio surpreendeu os moradores e autoridades. No hall de entrada do Fórum, pediu que ouvissem atentamente a sirene que tocava quando a antiga Usati funcionava na cidade. A empresa que fez história em São João Batista era da família envolvida no acordo.

“Foi de arrepiar. Esse som anunciava o início e o fim da jornada de trabalho. Por meio dele, homenageamos a família do saudoso Valério Gomes, aqui representada e externamos nossa gratidão pelo excelente acordo que foi viabilizado”, relatou o advogado com entusiasmo.

Emocionado Leôncio finalizou: “Mais uma vez a família Gomes estendeu a mão em prol ao povo batistense”.