SUPER FM - A rádio que vive o vale

Nova ambulância do Samu já está em operação

Redação  Redação      segunda-feira, 14 Maio 2018      EM: TIJUCAS - SAÚDE  

A nova ambulância do Samu entregue ao município de Tijucas no dia 26 de abril, começou a operar no último sábado (12). De acordo com o secretário municipal de Saúde, Vilson José Porcíncula, desde que chegou ao município o veículo estava sendo regularizado com a emissão de documento veicular, seguro e emplacamento. “Assim que a […]

A nova ambulância do Samu entregue ao município de Tijucas no dia 26 de abril, começou a operar no último sábado (12). De acordo com o secretário municipal de Saúde, Vilson José Porcíncula, desde que chegou ao município o veículo estava sendo regularizado com a emissão de documento veicular, seguro e emplacamento.

“Assim que a documentação ficou pronta e a central de regulação liberou o veículo, colocamos a nova ambulância em funcionamento. Nossa equipe já começou a utilizá-la no último sábado (12)”, disse.

SOBRE O SAMU

O SAMU 192 é um serviço gratuito, que funciona 24 horas, por meio da prestação de orientações e do envio de veículos tripulados por equipe capacitada, acessado pelo número “192” e acionado por uma Central de Regulação das Urgências. Assim, quando o usuário aciona o serviço, ele é atendido por uma central que fica sediada em Florianópolis. De lá,eles identificam a urgência do caso e acionam a equipe mais próxima.

O SAMU realiza os atendimentos em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas, e conta com equipes que reúne médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e condutores socorristas.

Como funciona o atendimento

O atendimento do SAMU 192 começa a partir do chamado telefônico, quando são prestadas orientações sobre as primeiras ações. A ligação é gratuita para telefones fixo e móvel. Os técnicos do atendimento telefônico identificam a emergência e coletam as primeiras informações sobre as vítimas e sua localização. Em seguida, as chamadas são remetidas ao Médico Regulador, que presta orientações de socorro às vítimas e aciona as ambulâncias, quando necessário.

Veja quando chamar o SAMU

•Na ocorrência de problemas cardio-respiratórios;
•Intoxicação exógena e envenenamento;
•Queimaduras graves;
•Na ocorrência de maus tratos;
•Trabalhos de parto em que haja risco de morte da mãe ou do feto;
•Em tentativas de suicídio;
•Crises hipertensivas e dores no peito de aparecimento súbito;
•Quando houver acidentes/traumas com vítimas;
•Afogamentos;
•Choque elétrico;
•Acidentes com produtos perigosos;
•Suspeita de Infarto ou AVC (alteração súbita na fala, perda de força em um lado do corpo e desvio da comissura labial são os sintomas mais comuns);
•Agressão por arma de fogo ou arma branca;
•Soterramento, Desabamento;
•Crises Convulsivas;
•Transferência inter-hospitalar de doentes graves;
•Outras situações consideradas de urgência ou emergência, com risco de morte, sequela ou sofrimento intenso.

Quando não chamar o SAMU 192

•Febre prolongada;
•Dores crônicas;
•Vômito e diarreia;
•Levar pacientes para consulta médica ou para realizar exames;
•Transporte de óbito;
•Dor de dente;
•Transferência sem regulação médica prévia;
•Trocas de sonda;
•Corte com pouco sangramento,
•Entorses;
•Cólicas renais;
•Transportes inter-hospitalares de pacientes de convênio;
•Todas as demais situações onde não se caracterize urgência ou emergência médica.

Nestes casos e em todos os casos sem caracterização de urgência ou emergência, o paciente poderá ser encaminhado ao posto de saúde ou então as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) mais próximas.

*As informações sobre o funcionamento do Samu são do Ministério da Saúde